Em sua resposta ao ataque terrorista em Manchester (Maio de 2017), o Primeiro-Ministro da Austrália faz a seguinte declaração:

“We will not be cowed by terrorists. We will not be intimidated by them. We will not change our way of life” (Não seremos acuados pelos terroristas. Nós não seremos por eles intimidados. Nós não mudaremos o nosso modo de vida).

Diversos líderes ao redor do mundo têm o mesmo discurso. Parece a coisa certa a se dizer, mas no fundo é uma mentira. É claro que a maneira como conduzimos nossa vida muda; violência de qualquer tipo impacta o nosso modo de vida.

Desde 2014 a Austrália investiu cerca de AU$ 1.500.000.000 (um bilhão e meio de dólares australianos – cerca de quatro bilhões de reais) nas agências nacionais de combate ao terrorismo. Somente na Polícia Federal a estimativa é de um novo investimento de AU$320.000.000 (trezentos e vinte milhões de dólares australianos) até o final desse ano (2017).

É claro que tudo isso altera o nosso jeito de viver.

Mas acredito que a foto abaixo ilustra da maneira mais simples possível a mudança no cotidiano. Tirei essa foto na última semana chegando ao escritório. Esse é o café palco do Sydney Siege que comentei aqui. Basta ver as colunas de concreto cercando a praça visando impedir novos ataques de carros e caminhões, como os acontecidos na Alemanha esse ano, por exemplo; os pontos turísticos da cidade são hoje todos dominados por tais placas e outros tipos de barreiras físicas.

Anúncios