Um dos meus objetivos aqui na Austrália era o de fazer uma pós-graduação em uma das universidades daqui. As universidades mais conceituadas do país estão sempre entre as 100 melhores do mundo no ranking anual universidades. Além disso, o ensino é um dos negócios mais lucrativos do país, movimentando mais de 4 bilhões de dólares no ano passado – serve como uma espécie de produto de exportação e existem até mesmo algumas universidades exclusivas para estudantes internacionais (que normalmente pagam taxas mais altas do que residentes e cidadãos).

Depois de algum tempo de pesquisa optei pelo Master of Project Management da Universidade de Sydney. O processo de seleção no fundo é bastante simples, mas muito subjetivo. Você deve enviar cópias autenticadas e traduzidas do seu diploma da graduação, do seu histórico escolar, alguns documentos que comprovem sua legalidade no país, uma cópia atualizada de seu currículo e uma prova de proficiência em inglês, que no caso pode ser o IELTS acadêmico. Depois disso é só aguardar o resultado.

A versão acadêmica do IELTS era o documento que faltava para eu completar minha aplicação. Como mencionado anteriormente, estudar na Austrália é  um excelente negócio no país – por esse motivo datas e locais disponíveis para se fazer as provas do IELTS não são problema. No Brasil as datas e locais são bastante escassas – Em Porto Alegre, onde fiz a versão General para a imigração, só existiam duas datas por ano e as provas somente eram realizadas em uma das unidades da Cultura Inglesa. Aqui o cenário é bem diferente.

Fiz a minha prova na Macquarie University, que é a mais perto aqui de casa. Somente na minha sala haviam 200 pessoas fazendo a prova – um dos inspetores disse que a expectativa era de 2 mil pessoas fazendo a prova somente naquela universidade naquele dia. No dia em que fiz a prova no Brasil não creio que tinham mais de 50 pessoas realizando o exame.

Confesso que não estudei muito por já conhecer bem a estrutura da prova e acabei indo bem com uma nota geral de 7.5 (A nota mínima para aplicação nas universidades é de 6.5).

De posse do resultado do IELTS completei minha aplicação na Universidade de Sydney. Não sabia bem o que esperar do processo e de como minha aplicação seria vista, já que minha formação é em Física, minha pós-graduação em Engenharia de Software, minha experiência profissional na área de programação e minha aplicação era na área de gerenciamento de projetos – tinha algum receio de como isso seria interpretado. Além disso, não achei informação alguma sobre número de candidatos por vaga ou alguma explicação de pessoas que porventura tiveram suas aplicações recusadas.

No fim deu tudo certo e cerca de um mês após submeter minha aplicação recebi a carta-oferta da universidade. A matrícula propriamente dita só será feita em Fevereiro de 2012 – até lá preciso definir quais disciplinas cursar no primeiro semestre e qual especialização quero seguir. Estou animado – espero que o curso seja interessante.

Anúncios