Que a Austrália não é o paraíso na Terra, acredito que já tenha deixado claro em alguns posts anteriores. Como qualquer país de primeiro mundo as virtudes provavelmente são maiores que qualquer deficiência, mas com certeza das coisas ruins do país, o correio é a pior.

O serviço é lento, caro, pouco confiável e alguns episódios eu só acredito que aconteceram pelo simples fato de terem acontecido comigo.

A primeira má experiência ocorreu quando ainda estava no Brasil e precisava ficar mandando os documentos para imigração. Mesmo com rastreamento e tudo mais, quando a correspondência chegava aqui na Austrália, pelo menos nos sistemas do correio, ela se “perdia”. Somente quando chegava ao destino final é que o sistema era atualizado – e algumas vezes nem isso. E o serviço de Aviso de Recebimento nunca funcionou também.Chegando aqui as experiências só pioraram!

A primeira vez que efetivamente precisei do correio foi para receber uma tradução de um contrato de trabalho que havia mandado por e-mail para o tradutor. A tradução foi postada em Sydney mesmo para chegar em um outro bairro da mesma cidade e levou 3 semanas para chegar à um custo de mais de 4 dólares. Precisava dessa tradução em um período menor que isso e acabei ficando sem ela.

Depois disso passei a notar um comportamento ” estranho” nas entregas em geral – mesmo quando havia alguém em casa recebíamos somente um aviso de que houve uma tentativa de entrega e que ninguém foi localizado para receber. E que por isso deveríamos buscar o item a partir do próximo dia útil na agência do correio mais próxima de casa. Esses avisos vêm com o horário da tentativa da entrega.

No começo achava que poderia ser um problema nosso – de não ouvir o interfone do prédio ou algo assim. Mas conversando com as pessoas, notei que o mesmo acontecia com todos. Depois tivemos a oportunidade de ver que alguns carteiros já vêm com avisos pré-preenchidos da agência onde trabalham e nem sequer carregam a encomenda consigo.

O problema maior desse “método de entrega” é que as agências de correio só funcionam das 10 da manhã até 5 da tarde (somente de dia de semana). Além disso as encomendas ficam na agência mais próxima da sua casa, ou seja, se você tem um emprego isso significa que você nunca vai conseguir pegar a encomenda. Nesse caso você tem que se deslocar de volta até sua casa em horário útil para pegar a encomenda na agência próxima a sua casa.

Mesmo as empresas particulares de logística parecem não funcionar bem. Na minha primeira compra online na Austrália (que seria entregue pela AAE) recebi apenas esse aviso de que houve uma “tentativa” de entrega da encomenda numa sexta-feira e que ninguém havia sido encontrado para receber (e eu estava em casa). Diferentemente do correio que pede para você pegar a mercadoria na agência mais próxima, esse aviso pedia então para eu retirar a mercadoria em um centro de distribuição em Strathfield (um bairro razoavelmente distante de Bondi onde eu morava na época) na segunda-feira seguinte. Na segunda-feira então fui até um centro de distribuição para pegar meu celular e ouvi de um dos funcionários que as encomendas que não conseguiram ser entregues na sexta-feira normalmente eram entregues novamente na segunda-feira e que por isso meu aparelho não estava lá. De qualquer forma o funcionário conseguiu localizar o motorista da perua onde estava minha encomenda, telefonou para o cara e pediu para que deixasse o meu celular na agência do correio mais próxima ao invés de trazer de volta ao centro de distribuição. Somente na terça-feira consegui pegar o aparelho em uma agência do correio.

Mas no dia de hoje a estupidez mór foi alcançada – não sei bem se pelo correio em si ou se por alguma empresa de logística particular. Semana passada fiz uma encomenda de 3 pares de tênis na Amazon americana e hoje eles chegaram. Na manhã de hoje toca o interfone e era um dos nossos vizinhos avisando que tinha uma caixa na RUA com o nosso nome e endereço. Isso mesmo, a caixa com os pares de tênis estava literalmente largada na frente do prédio na calçada. O vizinho avisou que pegaria a caixa e deixaria no saguão do prédio para que a gente pegasse depois, já que ele tinha achado estranho aquilo e ficou preocupado de alguém que estivesse passando pela rua pegar a caixa.

Existem “caixinhas” para cada apartamento na porta do prédio (não tem porteiro) e eu já tinha visto uma vez um carteiro simplesmente pegar todas as cartas destinadas aos moradores do prédio e simplesmente jogá-las na escada de acesso ao prédio. Achei um absurdo aquilo, mas pensei que era excessão, já que normalmente as cartas são efetivamente colocadas nas caixinhas dos moradores. De qualquer forma já tinha achado aquilo inaceitável e achei que pior do que aquilo não poderia acontecer. Mais uma vez estava errado!

About these ads